Facebook para Empresas: Página ou Perfil?

2


Para algumas empresas, gestores e marqueteiros a dúvida que intitula este post pode ser algo totalmente óbvio. No entanto, nos treinamentos que tenho ministrado sobre marketing e planejamento de Redes Sociais os aspectos que geram mais dúvidas são as diferenças entre Perfil e Página do Facebook. 

Geralmente, empresas pequenas que ainda estão ingressando no universo digital sentem-se um pouco inseguras em criar uma Página, como consequência, criam um Perfil e administram o espaço sem dar muita importância e sem ter muito critério. Portanto, o primeiro aspecto a se levar em conta é:

Criar uma plataforma em Redes Sociais e não adotar medidas profissionais de atualização é errado. (em breve um post completo sobre isso)

Conclusão: se você tem um perfil de sua empresa na internet, cuide dele. 

No entanto, não basta apenas cuidar, pois o próprio Perfil para empresas é um erro. O correto é que as empresas criem páginas para a divulgação da marca no Facebook.

DIFERENÇAS

A primeira diferença entre Página e Perfil é simples, se confiarmos no trabalho de segmentação do Facebook: Perfis foram concebidos para serem usados por pessoas e Páginas por empresas.

No Perfil, as pessoas aparecem como amigos ou como pessoas que se inscrevem para receber atualizações de outro Perfil. Na Página é um pouco diferente. Nela, as pessoas aparecem como fãs, que curtiram a página e não que são “amigas” do empreendimento.

Muitas pessoas pensam que a Página é limitada, mas ocorre o contrário: os Perfis é que têm muitas limitações quando utilizados por empresas. Ok. Mas aí você vai dizer: 





“Ahh, mas com o Perfil posso conversar com cliente, saber o aniversário do cliente, blá, blá, blá...”






Concordoo, mas na Página você pode saber quantas pessoas visitaram o espaço, quantas pessoas interagiram mais com determinado conteúdo, produto ou serviço dentro da página, em que país essas pessoas moram, que idiomas falam etc., etc. 

Com isso, percebemos que a página mostra todos os resultados de audiência da plataforma e, consequentemente, mede o sucesso e alcance da empresa no Facebook. 

E o perfil? O perfil é inadequado, pouco profissional, não mostra comprometimento e confere uma visão amadora de sua empresa sobre a importância de uma presença credível nas Redes Sociais. 

Experimente transformar o perfil de seu empreendimento em Página, o Facebook disponibiliza  um link para você fazer isso com muita facilidade (veja aqui). Mas não basta apenas “evoluir” para Página! Feito isso invista também em conteúdos de qualidade, erros de português ou posts amadores nem pensar, aliás, “pensar” é algo essencial para ter um empreendimento que faz sucesso na Rede Social. Pense muito antes de postar, pois uma vez postada, a informação passa a ser global. Mas isso já é assunto para outro post... até mais ver. 

(Vi as imagens utilizadas aqui e aqui)