Inovação tecnológica cria jovens cada vez mais empreendedores

0
Um estudo elaborado pela consultoria Cia de Talentos em parceria com a empresa de pesquisa Nextview People e divulgado esta semana mostra as empresas dos sonhos dos jovens brasileiros em 2014. O Google aparece no topo da lista, seguido de Petrobras, Itaú, Odebrecht, Vale, PwC, Nestlé e Apple, na 7ª posição.  


A pesquisa foi respondida por cerca de 52 mil estudantes e recém-formados brasileiros, com idade entre 17 e 26 anos. O resultado, que foi obtido a partir de uma pergunta aberta, sem alternativas, mostra uma redução nos jovens que sonham em trabalhar numa empresa específica: de 77% em 2012, passou para 60% em 2013, e este ano chegou a 58%. Ou seja, em breve, apenas metade dos jovens sonharão em trabalhar em uma empresa específica e a outra metade vai, provavelmente, priorizar o empreendedorismo.  

O próprio resultado mostra que os novos profissionais estão buscando empresas dinâmicas, atualizadas com as evoluções tecnológicas, aliás, não só atualizadas, mas que são responsáveis pela inovação e tecnologia atual.  

- 3 livros importantes para quem trabalha com mídias sociais 
- O alcance dos posts em fan pages do Facebook chegará a zero?

Com mais informações graças a Internet, redes sociais, TV Digital, smartphones, etc... ao escolher uma empresa o jovem pesquisa para saber claramente qual é a cultura daquela organização. Logo, buscam empresas que se aproximem da própria realidade em que eles vivem. Se compararmos a cultura empresarial do Google com o perfil profissional da Geração Y, e mesmo da Geração Z, que está começando a planejar o futuro, é fácil encontrar muitas características em comum. 

Talvez, as grandes empresas inovadoras é que estão criando a realidade dinâmica que os jovens buscam. Afinal, quando empresas como Google e Petrobras criam inovações tecnológicas, ou mesmo de gestão, além de mudarem a realidade do mercado em que atuam, também têm potencial para mudar o perfil profissional dos jovens que participam diretamente das inovações criadas. 


Tenho percebido que uma das grandes alterações que a inovação tecnológica provocou no mercado de trabalho é o estímulo ao surgimento de cada vez mais jovens empreendedores. Contestar empresas jurássicas, buscar instituições e profissões que são inovadoras em sua essência, empreender com sucesso... todas estas características são reflexo de um estudante ou jovem profissional que viu seu vizinho ganhando dinheiro com um blog, com um aplicativo ou mesmo com CDs piratas, que presenciou a  evolução da máquina de escrever até chegar no smartphone, cloud computing, Google Glass... E constatou que não basta apenas trabalhar em uma empresa, ou mesmo em uma grande empresa, muito além disso, estes jovens constataram que é preciso fazer acontecer. 

Fazer acontecer, esta é a característica em comum de todos que sonham trabalhar nas empresas apontadas no estudo, e em comum também com aqueles que preferem empreender. A evolução tecnológica impulsiona o empreendedorismo que, por sua vez, impulsiona a inovação. E isso é muuuito legal! ;)