Abilio Diniz: Dicas para vencer a crise econômica

0



A solução para a crise no Brasil está próxima? É possível vencer a crise? Como sobreviver em tempos de economia instável? Como superar as dificuldades financeiras e cambiais trazidas pela crise? Crise, crise, crise.

A cada dia vemos mais gente e empresas falando e temendo a crise que está ficando cada dia maior no Brasil. Mas para alguns líderes, a crise é apenas uma oportunidade de crescer mais e se fortalecer. O empreendedor e líder Abílio Diniz é um desses líderes que acredita que a crise nada mais é do que uma oportunidade para aprender e criar novas formas de vender, suprir demandas e, principalmente, crescer. O fundador do Grupo Pão de Açúcar e presidente do conselho de administração da BRF, fez a palestra de abertura do 2º Fórum Liberdade e Democracia, evento promovido pelo Instituto de Formação de Líderes de São Paulo (IFL), no Teatro Renault. 

Na palestra, Abílio enumerou diversas medidas para superar ou pelo menos não se deixar abalar pela crise, e inspirou a todos com sua história de sucesso, superação e coragem em empreender. “Eu nunca estive no lugar certo, na hora certa, sou um homem tão comum como cada um de vocês e se eu consegui chegar onde queria, cada um de vocês aqui também consegue”, recomendou Abílio.

Mas sobre a crise, como vencê-la e se fortalecer com ela? Abaixo, enumero algumas dicas do líder para que cada um faça a sua parte para não deixarmos as dificuldades políticas e econômicas do país abalar nossos planos:

- Espírito de sobrevivência – Sobreviver na crise é para os fortes e os que não têm medo de enfrenta-la.

- Corte, concentre, simplifique – Em tempos de economia estável, não é hora de fazer grandes movimentações, fique sempre atento, mas não faça grandes movimentos sem ter a certeza do retorno e estabilidade das novas negociações.

- Fique de olho no caixa – uma das dicas mais importantes, de acordo com Abílio. O caixa pode ser o vilão da empresa durante a crise, portanto, faça o possível para reduzir as despesas e custos fixos.

- Olhe a crise como um todo – veja o relativismo de tudo. Verifique áreas que estão crescendo, setores que estão sofrendo mais com a crise, olhe mais em volta para aprender mais e se fortalecer.

- Compartilhe informações – A época em que cada empresa cuidava de seu negócio e segurava as informações já passou. Compartilhe informações e dificuldades, só assim você encontrará pares que têm os mesmos problemas que você e descobrir que pode encontrar parceiros para ajudar.

- Não reclame, não culpe a crise – Você sozinho não tem grande poder para mudar a realidade econômica do país inteiro, portanto, encare a crise e busque alternativas para crescer com ela, ao invés de ficar apenas reclamando e chorando.

- Olhe para o espelho e não para a janela – Grandes problemas que sua empresa, negócio ou emprego tem foram gerados internamente. Antes de culpar terceiros, arrume a casa.

- Saiba antecipar para sair mais forte – Olhe o médio e longo prazo, algumas empresas se planejaram para passar pela crise e por isso, quando ela chegou, já estava tudo friamente calculado. O resultado é que essas empresas nem sofreram tanto assim com a crise. Antecipe seus planos, dificuldades e problemas.

- Saia com planos – Abílio disse que até gosta das crises, pois suas empresas sempre saíram fortalecidas.

Enfim, a velha máxima é mais verdadeira do que nunca: ou você chora ou vende lenços. Ou senta e chora, ou corre e vende. Qual vai ser? E lembre-se, como disse Abílio Diniz: O Brasil é mais forte que a crise e seus governantes. Go! ;)